Basón?

É bom ficar atento aos conceitos: basón não é a mesma coisa que banheiro seco.

Existem inúmeros modelos de banheiro seco porque na realidade a técnica é bem simples. Basta compreender que o Sol e o tempo fazem o serviço de “curtir” o esterco, neutralizando qualquer efeito nocivo à saúde e possíveis vetores de doenças. Não é assim que fazemos com a bosta de vaca e das galinhas quando queremos transformá-la em adubo para a horta?

Se assim fazemos com o esterco humano, evitamos misturá-lo à água e com isso não contaminamos nossos rios. Devolvemos à terra os nutrientes que dela vieram e que passaram por nós.

Fechamos o ciclo.

As técnicas para se fazer o banheiro seco variam. Pode-se simplesmente usar baldes e “bombonas” (galões de 200 litros) como câmaras de compostagem. Aqui a gente chama esses modelos de “baldón”, conforme explica o Euro no vídeo que você já conhece.

 

Já o basón…

bason

Basón é um tipo de banheiro seco específico em que a câmara de compostagem fica acoplada diretamente ao assento sanitário. Ele tem um projeto técnico com medidas fixas e recursos como a chaminé que ajuda a garantir a saída do ar quente, evitando cheiro.

O Peter pede para lembrar também que a saída do ar quente, por meio da chaminé do basón, deve ficar atrás e acima da tampa do assento sanitário, para evitar que o cheiro volte para dentro do banheiro.

Vale lembrar que o basón deve ficar voltado para o Norte e ser pintado de preto, garantindo bom grau de insolação e temperatura suficiente para a compostagem termofílica dos dejetos.

Beleza?

—————————————————

Conheça também nosso video “Tecnologia do Futuro” sobre o modelo de banheiro seco portátil.

Clique aqui ou na imagem para ver.

miniatura_video_baldon-cópia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *