Blog

Bokashi de permacultora

Bokashi de permacultora

Um princípio da permacultura bem importante é o uso de recursos locais ou… “ O problema é a solução ”. Torta de mamona, pó de rocha, adubos orgânicos e estercos animais de fato são mais sustentáveis e ecológicos que os adubos químicos de origem mineral, mas quando falamos em “sistemas intensivos em pequena escala” que é a Grande Sacada da permacultura, ainda assim demandam  embalagem, transporte e uma cadeia que é preciso rever e reconstruir porque acaba consumindo mais energia, combustíveis fósseis e recursos do Continue lendo

Leite vegetal e outras soluções permaculturais

Leite vegetal e outras soluções permaculturais

De onde vem nosso alimento? Pergunta fundamental à nossa saúde, já diz o “Evangelho Essênio da Paz”. O meu alimento vem de quintais próximos, agricultores/as que conheço e é coletado nos campos. A dica de hoje é a vitamina de jatobá com limão. Sim, vamos ter de aprender a comer as frutas e alimentos locais. Eles gastam menos energia da natureza para serem produzidos, pois estão adaptados às condições climáticas regionais. Jatobá é uma árvore nativa de nossa região, clímax, só dá em sistemas florestais Continue lendo

Formigas cortadeiras e urina humana

Formigas cortadeiras e urina humana

“A verdade fundamental da agricultura natural é que nada precisa ser feito para desenvolver plantações.” O excerto de Fukuoka faz-me lembrar de Bill Mollison, criador da permacultura, que fala em “mínimas intervenções para máximos efeitos”. Aqui em casa, foi mais rápido do que eu pensava que entendi essa e outras máximas.   Formigas cortadeiras Coletando nossa própria urina e inoculando-a nos olheiros de formigueiros, num trabalho diário e gradual, afastamos as FORMIGAS CORTADEIRAS. Amônia e também o óleo de rícino fermentado junto com o xixi Continue lendo

Decrescimento: Revolução no Quintal.

Decrescimento: Revolução no Quintal.

Sabemos que o que vamos dizer é desconfortável e assustador. Você, em seu apartamento, trabalhando na cidade, pode até se perguntar: o que eu tenho a ver com isso? Mas a resposta é: TODOS ESTAMOS ENFIADOS NISSO ATÉ O PESCOÇO. Mais da metade do carbono que cobria nossos solos e que garantia o crescimento de alimentos está queimado. A camada fértil, orgânica, da terra foi reduzida a menos da metade. Por isso, agricultores não conseguem mais cultivar os solos sem comprar adubos químicos e GASTAR Continue lendo

Permacultura na mesa

Permacultura na mesa

Veganismo, crudivorismo, frugivorismo, jejum dos 21 dias… A nossa alimentação pode ser de muitos jeitos e a forma como ensinam a pirâmide alimentar vai muito além do “preciso de proteína”. Hoje, uma das questões principais sobre esse tema ainda não está sendo discutida: a necessidade de alimentos frescos e vitalizados. Nossos solos estão tão pobres que isso resulta em nutrição inadequada para nós. Essênios… Por isso, os essênios enfatizavam tanto a importância de comer o que dá na terra em volta de você, ser simples Continue lendo

Não regue suas plantas: a tecnologia da autoirrigação

Não regue suas plantas: a tecnologia da autoirrigação

Tecnologias simples, liberdade, design. Isso é permacultura. Depois do PET Tubete (nós chamamos assim, mas tem outros nomes por aí), nossas experiências com a “autoirrigação” seguiram por caminhos tortuosos, experimentando a lei da capilaridade. Fazer permacultura é também FAZER CIÊNCIA NA VIDA COTIDIANA, buscando soluções práticas, baseadas na observação da natureza, que possibilitem a criação de sistemas integrados e automáticos (e sustentáveis). A capilaridade é a tendência que á água tem de fluir até mesmo contra a força da gravidade quando conduzida por vasos ou Continue lendo

Basón, um banheiro seco

Basón, um banheiro seco

É bom ficar atento aos conceitos: basón não é a mesma coisa que banheiro seco. Existem inúmeros modelos de banheiro seco porque na realidade a técnica é bem simples. Basta compreender que o Sol e o tempo fazem o serviço de “curtir” o esterco, neutralizando qualquer efeito nocivo à saúde e possíveis vetores de doenças. Não é assim que fazemos com a bosta de vaca e das galinhas quando queremos transformá-la em adubo para a horta? Se assim fazemos com o esterco humano, evitamos misturá-lo Continue lendo

Sistemas abundantes: inspirações da agricultura natural

Sistemas abundantes: inspirações da agricultura natural

Na busca do conhecimento, todos os dias algo é adquirido. Na busca do tao, todos os dias algo é deixado para trás. E cada vez menos é feito até se atingir a perfeita não ação. Quando nada é feito, nada fica por fazer. Domina-se o mundo deixando as coisas seguirem o seu curso. E não interferindo. Tao Te Ching. Já faz algum tempo que, em minha tagarelice, venho repetindo a frase de Scott Pittman, nos videos e postagens deste Guia de Permacultura: “Se você está Continue lendo

Simplicidade não é pobreza

Simplicidade não é pobreza

Logo no início da colonização da América, os quakers (foto acima) davam um exemplo peculiar de organização social: tomavam decisões por consenso, ouvindo as opiniões de todos e respeitando mesmo as minorias. Solução possível para o tal “a maioria votou e a minoria que engula”, que muitas vezes pode gerar boicote a projetos e narizes torcidos. Quakers e o velho no novo Eu sei que a gente parece maluco: nós aqui viajando no “velho” enquanto toda a sociedade está nos dizendo que temos de adquirir Continue lendo

O mito do barbeiro já era: aprenda bioconstrução

O mito do barbeiro já era: aprenda bioconstrução

Um dos maiores mitos da bioconstrução, derivado de uma política de desvalorização das antigas casas de pau-a-pique, é o mito do barbeiro. De fato, qualquer casa que contenha buracos e frestas, pode oferecer espaço para insetos se alojarem. Entretanto, esse não é mais o caso das modernas casas da arquitetura vernacular, ou arquitetura de terra crua. Um bom reboco natural e acabamento orgânico garante beleza, conforto térmico e saúde a esse tipo de casa, que, por se utilizarem de matérias-primas naturais e locais, não contem COV’s Continue lendo