Águas e energias

Formigas cortadeiras e urina humana

Formigas cortadeiras e urina humana

“A verdade fundamental da agricultura natural é que nada precisa ser feito para desenvolver plantações.” O excerto de Fukuoka faz-me lembrar de Bill Mollison, criador da permacultura, que fala em “mínimas intervenções para máximos efeitos”. Aqui em casa, foi mais rápido do que eu pensava que entendi essa e outras máximas.   Formigas cortadeiras Coletando nossa própria urina e inoculando-a nos olheiros de formigueiros, num trabalho diário e gradual, afastamos as FORMIGAS CORTADEIRAS. Amônia e também o óleo de rícino fermentado junto com o xixi Continue lendo

Não regue suas plantas: a tecnologia da autoirrigação

Não regue suas plantas: a tecnologia da autoirrigação

Tecnologias simples, liberdade, design. Isso é permacultura. Depois do PET Tubete (nós chamamos assim, mas tem outros nomes por aí), nossas experiências com a “autoirrigação” seguiram por caminhos tortuosos, experimentando a lei da capilaridade. Fazer permacultura é também FAZER CIÊNCIA NA VIDA COTIDIANA, buscando soluções práticas, baseadas na observação da natureza, que possibilitem a criação de sistemas integrados e automáticos (e sustentáveis). A capilaridade é a tendência que á água tem de fluir até mesmo contra a força da gravidade quando conduzida por vasos ou Continue lendo

Basón, um banheiro seco

Basón, um banheiro seco

É bom ficar atento aos conceitos: basón não é a mesma coisa que banheiro seco. Existem inúmeros modelos de banheiro seco porque na realidade a técnica é bem simples. Basta compreender que o Sol e o tempo fazem o serviço de “curtir” o esterco, neutralizando qualquer efeito nocivo à saúde e possíveis vetores de doenças. Não é assim que fazemos com a bosta de vaca e das galinhas quando queremos transformá-la em adubo para a horta? Se assim fazemos com o esterco humano, evitamos misturá-lo Continue lendo

Vivendo com baixa tensão (12 volts)

Vivendo com baixa tensão (12 volts)

“Quanto menor a necessidade, maior a liberdade.” (E. Hiroshi) Tudo começou porque o lugar era bonito e “virgem”. Sair colocando coisas humanas e barulhentas – postes, fios, luzes- não combinava muito bem. E além do mais requisitar energia elétrica em áreas rurais é um processo que leva anos. E lá fomos nós, uma família de 4 pessoas, para nosso espaço dos sonhos, sítio e campo de experimentos em permacultura ou, como preferimos chamar, nosso LARboratório. O propósito de criar um Jardim do Éden parecia combinar Continue lendo