Decrescimento e fotos da Revolução no meu Quintal.

Sabemos que o que vamos dizer é desconfortável e assustador. Nosso estilo de vida “experimental”, sem grandes confortos e até mesmo sem luz elétrica, causa estranhamento até mesmo entre nossos pares. E por que viver assim? É que não conseguimos mais ignorar uma desagradável verdade.

Charge Grande Virada

Permacultura e Decrescimento

O planeta está exausto. Florestas queimadas, petróleo gasto, água não armazenada em nossas montanhas. Tudo isso significa perda do potencial de geração de energia e caloria da Terra e um futuro de fome para os nossos filhos.

Detergente, bife, roupa, carro, descarga, consumo são SIM responsáveis por isso. Sabemos que dói e dá vontade de dizer que é exagero, mas é melhor encarar isto o quanto antes e preparar-se para a GRANDE VIRADA.

Teremos de escolher ser mais simples. Teremos que optar por uma cultura permanente (permacultura), de recursos renováveis e menos desperdício.

Curso Design em Permacultura

Espiral de Ervas

Permacultura e pegada de carbono

A cada caloria de alimento ou produto que compramos nos supermercados, pelo menos 40 calorias são gastas com trator, irrigação, transporte, embalagens plásticas, sacolinhas.

Estamos consumindo e não repondo. E uma hora? A fonte seca. Temos que mudar esse modelo ou em breve todas as calorias que o planeta ainda armazena nos solos sob a forma de CARBONO terão acabado. 50% da camada VIVA da terra, que armazena energia e potencial de produção de alimentos, já foi pros ares; QUEIMADA.

Nós queimamos energia (petróleo, lenha, solos mortos para criar gado ou ração) e desperdiçamos o que produz a vida. Poderíamos facilmente fazer o contrário: produzir mais energia do que consumimos. E como ?

Peter e Guilherme Arueira fazendo um Aquecedor Solar de Baixo Custo, com boiler experimental de materiais reaproveitados.
Peter e Guilherme Arueira fazendo um Aquecedor Solar de Baixo Custo, com boiler experimental de materiais reaproveitados.

Permacultura e Autossustentabilidade

– Fechando nossos ciclos. Devolvendo à terra o que ela nos dá. (Veja no blog o artigo: Basón? sobre banheiros secos.) Os animais devolvem à Terra o que comem na forma de adubo. Quando damos uma descarga na nossa privada molhada, nós jogamos esse adubo, bom pra nossa Terra, no mar.

– Diminuir nossa dependência de petróleo (gasolina e plástico), de queima do carvão, de energias insustentáveis como a hidrelétrica, optando por produtos locais, energias renováveis e tecnologias que armazenam e reaproveitam ao máximo a energia que utilizamos antes de dissipá-la.

Revolução no meu quintal
Revolução no meu quintal

– Quem já tem consciência, precisa começar a dar os passos necessários.

– Encontrar felicidade na simplicidade, abdicar dos confortos excessivos, buscar viver com menos.

Nós queremos pesquisar opções para um futuro de baixa energia. Mostrar que é possível autossuficiência energética com máxima eficiência e estratégia no aproveitamento de recursos locais.

Conheça abaixo algumas das tecnologias de nosso projeto de sustentabilidade.

 

Veja também o nosso video de apresentação no Youtube.

Assine a lista de e-mail Guia de Permacultura e receba nossas cartilhas gratuitas.

>>QUERO RECEBER<<

3 Comentários


  1. Muito importante esse trabalho de vocês pessoal. Essas sementes são necessárias pro futuro mais saudável pro planeta e nossa espécie. Vou continuar a ajudar a divulgar essa práticas que vocês tem compartilhado.
    Abraços

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *