O Futuro da Energia: Autor da própria sobrevivência

Certa vez eu quase morri asfixiado por causa de um fogão a lenha… Esse fato me fez repensar minha vida e hoje sou um especialista em fogões ecoeficientes.

Estava eu na companhia de colegas permacultores fazendo um teste de um fogão caipira que a gente tinha feito em uma das nossas obras, um bangalô em Moeda-MG.

Assim que terminamos nossa refeição noturna, apagamos o fogo sem tirar o braseiro e fomos dormir normalmente no mezanino. Enquanto dormíamos começou a ocorrer um processo de reignição e uma grande quantidade de fumaça começou a se formar, queimando parcialmente a madeira que colocamos na base da estrutura de aterro do fogão. Nossa sorte é que um dos colegas acordou pelo meio da madrugada, certificou-se da situação e desceu para debelar a fumaça.

Com esse ocorrido, aprendi que fogão tem que ser feito com técnica e que a fumaça dentro de casa é perigosa. E isso ocorre com a maioria dos fogões caipiras, que são grandes geradores de fumaça e consomem muita lenha.

FOGÃO FOGUETE: DADOS

Existe uma alternativa para este problema, trata-se do fogão foguete: uma tecnologia que gasta menos da metade da lenha que os fogões mineiros, tudo isso com zero fumaça.

Para um litro de água em um fogão  a lenha convencional, consome-se  quase um kilograma de madeira seca com umidade a menos de 10%. A mesma quantidade de água em um fogão foguete é fervida com menos de 300g de madeira nas mesmas condições.

Outro dado relevante: Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 4 milhões de pessoas morreram no mundo em 2016, decorrente da poluição de ar por cozimento de alimentos, na sua grande maioria em países da África, América Latina e Ásia.

DESENHOS ESQUEMÁTICOS

Cadastre-se para receber os meus desenhos esquemáticos e entender como o design de tecnologias em permacultura pode facilitar a sua vida. Baixe o “Autor da Própria Sobrevivência: “6 tecnologias sustentáveis caseiras em desenhos esquemáticos” e entre para O Futuro da Energia.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *