Máximo design – mínimo esforço: autoirrigação

Mais uma tecnologia permacultural, a partir do princípio de observar a natureza e copiar seu funcionamento, criando técnicas com máximo design e que irão exigir mínimo esforço. Na natureza, a capilaridade atua garantindo o suprimento de água subterrânea para as raízes das plantas. Assim também podemos criar nossos canteiros aproveitando dessa inteligência natural.

Bill Mollison:

“a grande mudança que necessitamos fazer é de consumo, para a produção, mesmo que em pequena escala, em nossos próprios quintais. Se 10% de nós fizessem isso, haveria o suficiente para todos. Assim, vê-se a futilidade dos revolucionários que não tem jardins, que dependem do próprio sistema que atacam, que produzem palavras e balas, e não alimento e abrigo.”

 

Tubetes de PET

O PET Tubete é um vaso feito com garrafa PET do seu lixo que serve para plantar suas mudas sem que precise ser molhado todos os dias. Veja quantas mudas de sementes de frutas nós fizemos com a simples reutilização das garrafas:


PHOT0194.JPG

Como a água fica armazenada em baixo (e sem espaço para entrada de mosquitos), a terra, por capilaridade, fica sempre molhada, impedindo que suas plantas morram mesmo que você não tenha tempo para regá-las.
 
Dica 1: fique de olho no nível da água e molhe o vaso de vez em quando
 
Dica 2: nunca deixe o vaso com água demais pois pode encharcar as raízes.
Veja o passo a passo:
  
1) Você vai precisar de…
 PHOT0183.JPG
 
2) Corte a garrafa PET no meio
 
PHOT0185.JPG
3) Coloque água na parte de baixo e encaixe a parte de cima virada com o bico para baixo na parte inferior da garrafa
PHOT0186.JPG
 
4) Preencha com terra a parte de cima, não se esquecendo de colocar pedrinhas no fundo para ajudar na drenagem. Se quiser colocar um barbante que encoste no fundo com água e na terra, ele ajudará trazendo a umidade para cima por capilaridade.
PHOT0190.JPG  
5) Plante uma semente de uma fruta bem gostosa que você tenha comido. E comece sua prática em permacultura!
PHOT0192.JPG

Vem com a gente participar da Grande Virada! Clique aqui

22 Comentários


  1. Muito interessante e ecológico, continuem sempre mais; sucesso, força e luz.

    Responder

  2. Porque eu não pensei nisso antes!!Apesar de aproveitar embalagens plastica ou latas etc..plantando flores,ervas,sementes,não tinha pensado nisso,valeu pela dica,obrigada.
    Também gostaria de saber de como plantar arvore frutiferas em vasos e elas manterem pequenas,e dar frutos,seria possível.abços

    Responder

  3. Ótima ideia !! como todas !! Adoro receber informações de como começar a permacultura em casa !! Obrigada pelas dicas !!

    Responder

  4. Simplesmente perfeito! Colocando a informação em prática já já…
    Gratidão.

    Responder

  5. mostre melhor as pedrinhas e o barbante obrigado pela dica gosto muito de plantar foi ótimo vou praticar ainda mais reutilizando as pets e contribuindo para preservação do nosso planeta.

    Responder

    1. Oi jane,

      nos EUA o sistema se chama plantio sub-irrigado e você pode ver a imagem se pesquisar “how to make a 2-Liter SIP (sub-irrigated planter)”.

      Aqui nós simplesmente cobrimos com pedrinhas para não descer terra para o fundo. As vezes coloco até a tampa da garrafa mesmo, tendo o cuidado para deixar espaços com ar e não fechar a passagem toda.

      O barbante foi uma ideia que a gente teve pesquisando a irrigação por capilaridade, que pode manter as plantas úmidas mesmo sem que sejam regadas…Tipo essas coisas que a gente faz quando vai viajar e não quer deixar os vasos de flores morrerem.

      Grande abraço, Marina Utsch e Guia de Permacultura

      Responder

  6. Muito legal reaproveitar as garrafas pets desta maneira..aqui no sitio eu tiro mudas usando caixinhas de leite ,suco também da um bom resultado

    Responder

  7. Como vc faz a compostagem na pet? Gostari de ver as fotos.Plantar nas pet eu ja me divirto.Gostaria de ver a compostagem.Grata.

    Responder

    1. Oi Heloísa,
      isso não é compostagem. É só um sistema de vasos. A terra que a gente costuma para colocar nesse vaso de PEt é terra de composto. É a isso que vocÊ se refere?

      Responder

  8. É isso aí, também pego garrafas Pet para plantar minha sementes. Tenho Tamarindo, manga, acerola, manacá de cheiro, orelha de macaco, neve da montanha, etc. Uso também caixinhas de leite, potes de sorvetes.
    Para semear sementes de Pimenta, uso copinhos de plástico, é mais fácil para replantar depois.
    Uso garrafas Pet também para fazer estufas quando vou semear, o mesmo modo que você fez:
    Corte a garrafa mo meio, a parte de cima você deixa com a tampa, mas faça furinhos nela para poder entrar ar, na parte de baixo faça furos no fundo. Abraços.

    Responder

  9. Boa dica.
    vou começar logo menos com a produçao de mudas.
    Muito agradecida.

    Responder

  10. oi pessoal!!!

    pergunto se é preciso deixar as sementes secarem primeiro????
    ou ja podemos colocar na terra logo apos saborea-la.
    o caroço de abacate por ex…. tem aue esperar ele secar?????
    grata

    Responder

    1. O caroço de abacate e todas as outras sementes em geral a gente não costuma esperar secar , não.
      Inclusive temos uma taxa muito boa de germinação de tomates sem deixar secar mesmo…
      Apenas se precisamos armazenar de um ano para o outro é que a gente seca.

      Gratidão!!

      Responder

  11. Olá Marina. O site está muito bem feito. Estou engatinhando no entendimento deste conceito da Permacultura, mas quanto mais tiro um tempinho para ler o site, aumenta a minha admiração por este conceito VERDADEIRO de nos relacionar com os recursos naturais que estão a nossa volta. Tudo simples, prático e empolgante. Quero aqui, antes de tudo, agradecer a todos vocês pelo zelo, pela disponibilidade, e o carinho em preparar tantas informações cativantes que tem me ajudado a rever minha relação com a Mãe Terra. Na verdade, me vejo ainda seguindo com várias posturas que são o oposto do que venho despertando a partir do que a Permacultura nos propõe. Mas sinto que aqui temos um punhado de práticas realmente sustentáveis, e com uma boa pitada de coragem, podemos nos esforçar a acolher estas ideias no dia-a-dia de nossa vida. Gratidão e como toda VERDADE é algo que alimento nossa alma, acredito que sendo um Caminho Verdadeiro, a Permacultura seja o constante estímulo para seguirmos com entusiamos implementando estas práticas. Fraterno abraço.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *